• @rodrigomes.rnc

Azzy diz ter sido assediada no maracanã e que meteu soco no assediador. Confira:


Na noite de ontem (13), o “inferno” prometido por Gabigol realmente aconteceu. Dentro do campo de jogo, o Flamengo dominou o Atlético-MG de forma absoluta, venceu por 2 a 0, com dois gols de Arrascaeta, e avançou às quartas de final da Copa do Brasil. A vitória do Galo no primeiro jogo não bastou e assim a equipe rubro-negra eliminou mais uma vez a equipe mineira no Maracanã.

Porém, apesar de toda a festa, Azzy, uma das maiores artistas do cenário do hip-hop nacional deu um relato bastante lamentável. A artista que é bastante pé quente para a equipe do Flamengo foi ao estádio pela segunda vez na vida e teve o triste fato de ter sido assediada por um homem que estava em um dos camarotes. Azzy relatou que acabou reagindo, justamente, e que acertou um soco nele que acabou rolando escada do Maracanã abaixo.

“Mano eu tô até agora pasma que eu dei um soco num cara que tava me assediando e ele saiu rolando três cadeiras a baixo no Maracanã”, contou a artista em sua conta no Twitter. Muitos seguidores apoiaram a atitude da artistas contando também seus relatos.


Azzy, sem sombras de dúvidas, está entre as artistas mais influentes e de maior sucesso da nova geração de da cena do rap nacional. Com cerca de 3 milhões de ouvintes mensais no Spotify e mais de 1 bilhão de views no YouTube, a cantora e compositora de apenas 21 anos tem uma história de vida que traz um contexto de força, superação e poesia para suas letras autobiográficas.

Seu primeiro grande sucesso foi “Fedendo a Ódio”, lançado pela Pineapple em 2018. Aliás, a gravadora revelou Azzy que faz parte de quatro edições do Poesia Acústica. Atualmente, Azzy está gravando um documentário sobre sua trajetória de vida e profissional, além de ter uma série de lançamentos importantes preparados para 2022.