• Portal Rap Nas Caixas

Dfideliz se envolve em briga com Fernando Ribeiro na festa do TZ da Coronel. Confira:


Dfideliz entra em briga, e divide opiniões nas redes sociais.

Sabemos que o mundo do trap e rap nacional são bem agitados com relação à tretas de artistas, e entre diversas personalidades, Dfideliz certamente chama atenção quando o assunto é polêmica. Dessa vez, o que ocorreu com o nome dele, foi uma briga no evento promovido por TZ da Coronel, onde Dfideliz e o produtor Terror dos Beats estavam discutindo.

Na intenção de apartar a briga, Fernando Ribeiro pediu para que o membro da Recayd se acalmasse, causando uma briga entre os dois. Na internet, o vídeo que começou a circular era de Fernando Ribeiro dizendo que bateu no Dfideliz, e as marcas da agressão. Porém, em stories o trapper aparece intacto, causando burburinho entre os fãs que estavam comentando o assunto através do Twitter.

Não seria a primeira vez que Dfideliz entra em uma confusão, tendo em vista que semana passada, o artista publicou através dos status do Whatsapp, uma opinião bem polêmica sobre a mulher do MC Kevin. Certamente o mundo do trap exige uma essência mais complicada, tendo em vista que tretas é algo comum, e um método muito comum de se manter diante da mídia para hypar projetos de lançamentos.


Ainda que Dfideliz não tenha comentado sobre o assunto, podemos notar que a problemática dele sempre sai em evidência, o que pode causar um efeito contrário em relação à sua carreira.

Sobre o rapper Fernando Ribeiro, sabemos que ele teve uma boa intenção que acabou levando a brigar com o outro colega de profissão. Contudo, não sabemos sobre a discussão envolvendo o produtor Terror dos Beats, e nem sobre o que causou a situação. TZ da Coronel também não se pronunciou sobre o ocorrido, ainda que tenha sido algo que ele não tinha como controlar.

Vale ressaltar que brigas desse tipo é bem comum no cenário, ainda que seja um entretenimento, devemos conscientizar outras pessoas para que resolvam seus problemas no diálogo ou em forma de música. Além disso, chegar em situações extremas mancha o respeito que a cena está ganhando no Brasil.

Por fim, ainda que não obtenhamos respostas vinda do Dfideliz, sabemos é questão de tempo para novas pessoas virem à público para falar sobre o ocorrido.