• Rodrigo Gomes

Djonga afirma que não irá mais lançar álbuns. Confira:


O rapper afirmou que o seu álbum "NU", é o último e de agora em diante vai focar mais em singles e videoclipe.

No último sábado (13), tivemos mais um episódio do grandioso Djonga. O rapper lançou o seu quinto álbum chamado "NU", que alcançou números impressionantes em poucas horas. Seguindo a tradição de lançar um álbum todo dia 13 de março, o rapper cumpriu a palavra e lançou mais um álbum nas ruas.

Com o álbum lançado, Djonga recebeu uma resposta mista dos seus fãs. O público estão dizendo, em geral, que o disco é "mais do mesmo" e que Djonga vem lançando álbuns parecidos nos últimos anos. Mas, a outra metade do público adorou o trabalho e destacou como o artista mineiro segue sendo representativo para o movimento negro e sempre aborda pautas importantes socialmente em suas letras.


Antes de liberar o projeto, Djonga afirmou em entrevista ao site UOL que "NU" deve ser o seu último álbum. No meio da conversa, o rapper revelou que não iria fazer mais álbuns e que deve focar em singles soltos daqui para frente.

“Eu não ia fazer esse álbum, não. Rolou um momento diferente, precisava experimentar novas músicas, novos flows, beats. Quis mexer com isso no disco. E retomar coisas que sempre fiz e estava fazendo pouco, aquela pegada do ‘Heresia’, mais potente e falei, vou fazer. A real é que esse deve ser meu último disco.”, começou Djonga.


“É, tá bom, já. Até aqui já está bom. Falei muita coisa que eu queria falar. Agora, eu preciso de um último tempo. (Será) o último disco. Talvez eu comece a trabalhar com mais singles, com participações.”, respondeu o rapper ao ser questionado se NU seria o último mesmo.

Djonga ainda disse que sua reação não tem a ver com o show que fez em Dezembro, quando recebeu muitas criticas por se apresentar em um local lotado durante a pandemia.


“Olha, eu não quero ser o cara que reclama de barriga cheia, mas tenho minhas observações. É ótimo ter uma vida com um padrão melhor do que eu sempre tive, poder ajudar meus amigos e outros artistas. Mas eu gosto muito de ser Gustavo, flagra? De me sentir à vontade para falar, ter meu espaço. Ter meu espaço não é estar sozinho, porque não gosto de ficar sozinho, mas é estar com as pessoas que eu gosto e só. Sem ter que fazer média.”, contou.

E finalizou: “O pessoal acha que eu saída da internet por causa daquilo. Já queria parar de mexer na internet. A galera que me acompanha na internet já percebia que eu estava diminuindo. Não quero expor meus filhos, minha vida pessoal. Tem coisas que não to a fim de dividir. É louco o pessoal dizer que eu estava com saudade de me ver online. Como assim: ‘me ver online?’ Que bagulho é esse, saca? Estou buscando algo maior para mim.”