• Portal Rap Nas Caixas

Especialistas dizem que rapper Lil Uzi levou 'golpe' e que é impossível comprar planetas. Confira:


Para quem acompanhou as últimas notícias da semana, o rapper Lil Uzi Vert afirmou ter comprado um planeta maior que Júpiter, causando reboliço nas redes sociais.

Entretanto, nem tudo está saindo como planejado, apesar de Grimes ter afirmado em suas redes sociais que a documentação para a compra do planeta estava quase finalizada, agora especialistas aeroespaciais dizem que o artista levou um ‘golpe’. Ou seja, todo o dinheiro gasto pode ter ido para alguém que não saberia o que está fazendo.

Especialistas na área de Direito Espacial estão dizendo que se alguém afirmou para Lil Uzi Vert que ele poderia ser dono de um planeta e que ele pagou por isso, ele na verdade sofreu um grande golpe. “Se alguém lhe vendeu um planeta ou ele pensa que possui este planeta no sentido normal do palavra, simplesmente não é verdade. É golpe.” disse ao site Bussines Insider.

Ram Jakhu, diretor do Instituto McGill de Legislação Aérea e Espacial, apontou para o Tratado do Espaço Exterior de 1967 ; em poucas palavras, o tratado impede que países e cidadãos comprem propriedades espaciais à toa. “Você pode dar seu dinheiro a eles, mas isso não significa nada”, explica Jakhu. “Sempre haverá empresas tentando vender coisas para você. Se elas podem ganhar dinheiro com você, por que não fariam? Mas, isso não significa que seja legalmente reconhecido.”

Sem dúvidas, Lil Uzi conseguiu chamar toda a atenção para si, e instantaneamente poderia lançar qualquer material agora, que seria um tremendo sucesso, tendo a alta do seu nome nas redes sociais, ganhando extrema atenção no Twitter. Seus fãs por sua vez, afirmam que não importa o que digam, o planeta é de seu ídolo, sendo assim uma forte crescente vem ganhando a narrativa. Ademais, agora o assunto entrou em um patamar judiciário.

Em resumo, Lil Uzi Vert está chamando extrema atenção por toda a mídia, indicando que nem tudo se trata de música – segura esse marketing de outro mundo.