• Rodrigo Gomes

Juliette ultrapassa Matuê e se torna projeto brasileiro com maior estreia no Spotify. Confira:


A ex-BBB Juliette Freire surpreendeu o público do trap nacional ao quebrar recorde do trapper Matuê.

A ex-BBB agora se tornou cantora e fez a sua estreia na música com o seu EP e chegou com tudo, quebrando recorde de melhor estreia nacional da história do Spotify Brasil, que anteriormente era do rapper Matuê, também nordestino como a cantora.


De acordo com contabilizações feitas por dados publicados na plataforma Spotify Charts, em 24 horas as seis músicas da paraibana tiveram quase 6 milhões de streams. Ela ultrapassou o álbum "Máquina do Tempo" do Matuê que agora ocupa o segundo lugar com 4,7 milhões, e Anitta em terceiro com 4,2 milhões.

O EP foi bem aceito pelo público da ex-BBB. Por um outro lado, também foi muito criticado por alguns usuários que falaram que o EP da artista estava muito genérico e com uma letra estereotipada. Mas isso é o mais comum de se acontecer, pois haters sempre tem e nenhum artista escapa deles.


Juliette também contou sobre o processo de criação das músicas em uma entrevista exclusiva para O GLOBO:

Metade das músicas foram feitas pelos meus amigos, pessoas que me conhecem no íntimo. Sabem como eu falo sobre a vida, sabem muito de mim. Se eu fosse fazer alguma música, seria como essas. E os outros artistas que fizeram as músicas também fizeram pensando em mim. Me sinto muito próxima das músicas, apesar de não ser compositora delas. Na preparação, eu intervim em instrumentos, pedi uma sanfona aqui, um triângulo ali, uma expressão, para mudar palavras. Pedi para cantar com a voz mais calma ou mais aberta em alguns trechos. Fiz ficar mais parecido comigo. Eu fui modificando o que não parecia tanto e chegamos num resultado onde eu estava confortável e me apropriei das músicas.