top of page
  • Foto do escritorHarlisson Gomes

Kyan cita o rapper Matuê em novo som, e faz forte crítica ao sistema. CONFIRA:


Caneta afiada! Kyan faz comparações e cita o rapper nordestino Matuê na música “TRAP DE MALOKA”.

Ao contrário que muitos pensam, o Kyan não atacou o Matuê, ele só o usou como exemplo para mostrar seu pensamento. Na música ele falar sobre a injustiça que ocorre ao saber que os dois fumam maconha, mas se o Kyan for pegou ele assina o artigo 33 (tráfico de drogas).

Já o Matuê por ser branco, no máximo sofre preconceito, diferentemente de uma pessoa negra, onde o tratamento seria bem mais severo. Isso foi retratado da seguinte forma na música…

“O que o Matuê e o Kyan tem em comum? Fumar maconha e contar dinheiro. Em breve o Kyan assina o 33, já o Matuê sofre preconceito. Aí já tá a diferença, de um ser branco e o outro ser preto. Aí já tá a grande diferença, do que cê representa e o que eu represento”.

Ouça a música “TRAP DE MALOKA” no post a seguir:



244 visualizações

Comentarios


bottom of page