• Portal Rap Nas Caixas

Magneto MC é acusado de agredir a mulher. Confira:


Emily Rodrigues fez o pronunciamento através das redes sociais, e pediu justiça.


Ao que parece, mais um MC entra para a lista de agressores. Após a polêmica com o DJ Ivis, agora foi a vez de MC Magneto.

O rapper foi exposto por sua namorada, Emily Rodrigues. Para quem não conhece sobre ele, o artista é um dos organizadores da Batalha do Coliseu. Além disso, em nota nas redes sociais, a organização do evento disse ter retirado o Magno da organização, e que não apoiam de maneira alguma a atitude do agressor - além de terem dado apoio à Emily e sua família.

Vale ressaltar que Emily também afirmou ter sido bloqueada pelo artista, além de ter revelado não ter sido a primeira vez que as agressões ocorreram (e em algumas vezes, na frente de suas filhas). Nas redes sociais, os usuários repudiaram instantaneamente a situação, e pediram justiça pela vítima. Um ponto interessante a ser dito, seria que nada justifica uma agressão, ainda que tenha nota de esclarecimento ou vídeo explicando o motivo de ter levado ao ato.

Uma crescente de agressões contra mulheres tem ganhado uma atenção enorme da mídia, tendo em vista que nas redes sociais os agressores apenas ganham seguidores, dificultando uma justiça maior. No caso, toda a repercussão do ocorrido ainda contribui para que o MC Magneto saia impune da situação, mostrando o quão a justiça brasileira é falha em relação à mulher.


Não seria de hoje os casos que o trap nacional também possui, sendo quase semelhante ao cenário do rap. Fica inadmissível compactuar com atitudes grotescas, e que a justiça deve ser feita, independente do título que a pessoa obtém no dia a dia.

Magneto ainda não se pronunciou sobre o ocorrido em suas redes sociais. O artista ganhou notoriedade por conta da Batalha do Coliseu, e por trabalhar com artistas relevantes na cena do rap nacional.


Em síntese, agressão nunca será o melhor caminho, ainda mais sendo parte de um gênero com uma histórica cultural extremamente forte.